voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Sexta-feira, 30 de Novembro de 1900Oscar Wilde morre no exílio em França

00061

01
Oscar Wilde morre no exílio em França, onde vivia sob o pseudónimo de Sebastian Melmoth. Nascido em Dublin, Irlanda, a 16 de Outubro de 1854, frequentou os melhores colégios ingleses e, em Oxford, foi-lhe atribuído o prémio Newdigate pelo seu poema "Ravenna". Embora a sua carreira literária apenas se tenha afirmado a partir de 1888, com a publicação de "The Happy Prince and Other Tales", já anteriormente publicara um livro de poemas, acolhido friamente pelos seus contemporâneos, que lhe criticavam os comportamentos espaventosos e as opiniões pouco ortodoxas. Em 1890, a publicação de "The Picture of Dorian Gray", que aborda o tema da decadência moral, causou sensação. Dedicando-se seguidamente ao teatro, escreve "Lady Windimere's Fan" (1892), "A Woman of No Importance" (1893), "An Ideal Husband" (1894) e "The Importance of Being Earnest" (1895), mas vê a sua peça "Salomé" proibida de subir ao palco em Inglaterra, conhecendo no entanto assinalável êxito em Paris, onde a personagem é representada por Sarah Bernhardt. Em 1895, Oscar Wilde é condenado a dois anos de trabalhos forçados por alegados atentados aos bons costumes e homosexualidade. Na cadeia, escreve "The Ballad of Reading Gaol" e o ensaio biográfico "De Profundis", sendo libertado com a saúde arruinada e partindo para o exílio.

ano: 1900 | tema: Cultura
palavras-chave: Oscar Wilde Literatura 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt