voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Quarta-feira, 1 de Maio de 19011º de Maio

00096


Associações recreativas, de socorros mútuos e centros políticos convocam os trabalhadores para as comemorações do dia 1º de Maio. Percorrendo as principais ruas de Lisboa, cerca de 40.000 pessoas desfilaram ao som de bandas e com carros alegóricos sobre o trabalho e as principais reivindicações operárias. A designação do 1º de Maio como Dia do Trabalhador data de 1886, quando, em diversas cidades americanas, foram convocadas para esse dia manifestações pelas oito horas de trabalho. Uma bomba rebentou na Praça Haymarket, em Chicago, matando um polícia, tendo as autoridades, sem qualquer prova, acusado oito anarquistas, dirigentes do movimento sindical de Chicago, que foram presos e levados a tribunal, que os considerou culpados de "conspiração" (os sindicatos eram considerados ilegais pelas leis em vigor...). Quatro deles foram enforcados, um suicidou-se na cadeia e os restantes três só muitos anos depois seriam libertados. Ficaram conhecidos como os "Mártires de Chicago". E, a partir de 1890, em sua honra, o dia 1º de Maio foi convocado em todo o mundo como Dia do Trabalhador.

ano: 1901 | tema: Movimento Operário e Social
palavras-chave: 1.º de Maio Dia do Trabalhador 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt