voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Terça-feira, 10 de Dezembro de 1901Atribuição dos primeiros Prémios Nobel

00131

0101
Alfred Nobel nasceu a 21 de Outubro de 1833 em Estocolmo, na Suécia, e morreu a 10 de Dezembro de 1896 em San Remo, Itália. Oriundo de uma família de engenheiros, foi educado por professores privados em St. Petersburgo na Rússia, onde viveu desde os nove anos de idade. Alfred Nobel estudou química em Paris e trabalhou durante algum tempo nos Estados Unidos da América, antes de regressar à Suécia em 1859. Na década de 60, na fábrica do seu pai, começou a realizar diversas experiências com nitroglicerina, onde acabou por descobrir que a mistura deste material com "kieselgurh" dava origem à dinamite. Recebeu a patente da dinamite em 1867, lançando de imediato a sua produção fabril em todo o mundo. A venda de dinamite às companhias mineiras e empresas de construção levaram Nobel a constituir uma fortuna considerável. Um ano antes da sua morte, em 27 de Novembro de 1895, Alfred Nobel assinou o seu testamento no Clube Sueco-Norueguês de Paris, deixando instruções claras quanto à sua última vontade: grande parte da fortuna, que acumulara em vida, deveria ser usada no apoio àqueles cujo trabalho revertesse em "benefício para a humanidade". Desta forma, instituíu um prémio que consistia na atribuição de uma medalha, de um diploma pessoal e de uma quantia considerável em dinheiro, destinada à prosecução de trabalhos de investigação. Os primeiros prémios Nobel foram atribuídos em 1901, no quinto aniversário da morte de Alfred Nobel, nas áreas da Física (Wilhelm Conrad Rontgen), Química (Jacobus Henricus Van't Hoff), Medicina (Emil Adolf Von Behring), Literatura (Sully Prudhomme ) e Paz (Frederic Passy e Henri Dunant). Em 1903, o Prémio Nobel abriu-se às mulheres, com a atribuição a Marie Curie do Prémio Nobel da Física. Em 1968, a Fundação Nobel criou o Prémio da Economia, com o apoio do Banco da Suécia, e restringiu a três o número de vencedores anuais em cada área.

ano: 1901 | tema: Cultura
palavras-chave: Nobel Dinamite 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt