voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Domingo, 26 de Junho de 1910Novo governo, presidido por Teixeira de Sousa

00604

01
Teixeira de Sousa, que, nos finais do ano anterior, sucedera a Júlio de Vilhena na direcção do Partido Regenerador, forma um novo governo, após a arrastada crise em que mergulhara o anterior governo de Veiga Beirão, maioritariamente progressista, levado com a falência do Crédito Predial. As consultas que o precederam ilustraram as diferentes orientações da Corte, dividida entre as preferências do rei e as da sua mãe. Constituição do novo governo: Presidência e Reino - Teixeira de Sousa; Justiça - Manuel Fratel; Fazenda - Anselmo de Andrade; Guerra - Raposo Botelho; Marinha e Ultramar - Marnoco e Sousa; Estrangeiros - José de Azevedo Castelo Branco; Obras Públicas - Pereira dos Santos. A 27 de Junho, reuniu-se o Conselho de Estado, que aceitou a dissolução da Câmara dos Deputados. Este governo, retomando as políticas de "acalmação" (a que alguns chamavam de conivência com os republicanos), manifestou-se fortemente anti-clerical.

ano: 1910 | tema: Vida Política
palavras-chave: Teixeira de Sousa Júlio de Vilhena Partido Regenerador Veiga Beirão Crédito Predial 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt