voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Domingo, 2 de Outubro de 1910Marcados dia e hora para a insurreição republicana

034860

01
Após a reunião decisiva de 29 de Setembro no Largo de S. Carlos (sede do Directório do Partido Republicano), que reuniu os principais dirigentes políticos e militares republicanos, com a Maçonaria e da Carbonária, realiza-se uma nova reunião a 2 de Outubro, em que é definitivamente marcada a eclosão do movimento revolucionário para a 1 hora da manhã do dia 4, tendo sobretudo em atenção que os navios da Armada fundeados no Tejo e em grande parte controlados pelos republicanos receberão em breve ordem para sair a barra. Cândido dos Reis reúne com oficiais da Marinha no escritório de Eusébio Leão. Aí comunica a Machado Santos que "a revolução viria para a rua à uma hora da madrugada do dia 4". Nessa mesma noite, a Comissão de Resistência reúne no edifício do Largo de S. Carlos, estando presentes Cândido dos Reis e António José de Almeida. Mais tarde, Machado Santos entrega a um marinheiro do "Adamastor" as bandeiras republicanas que deveriam ser hasteadas nos navios revoltosos (vermelha junto ao mastro e a parte maior verde, com esfera armilar de ouro sobre fundo azul, encima por uma estrela de cinco pontas em prata com resplendor de ouro, similar à utilizada no símbolo da Carbonária Portuguesa).

ano: 1910 | tema: Vida Política
palavras-chave: Implantação da República Maçonaria Carbonária 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt