voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Segunda-feira, 22 de Junho de 1914Pedido de demissão do Governo Bernardino Machado

039154


Bernardino Machado apresenta o pedido de demissão do governo por si dirigido, na sequência da crise aberta pela demissão de um dos Ministros, Tomás Cabreira. Por decreto de 28 de Março de 1914 fora atribuída a concessão dos direitos de instalação de uma central hidroeléctrica nas Portas do Rodão a um grupo que integrava, entre outros, o democrático António Maria da Silva. O Supremo Tribunal Administrativo declarou o decreto inconstitucional, promovendo a sua anulação. Os parlamentares do Partido Democrático reuniram-se e, considerando constitucional o decreto, entenderam que os ministros do seu partido não deveriam votar nenhum diploma que anulasse este decreto. Tomás Cabreira abandonou o Partido e todos os restantes democráticos resolveram demitir-se. Bernardino Machado viu-se assim obrigado a apresentar um pedido de demissão colectiva do gabinete. O decreto da concessão seria anulado a 24 de Julho de 1914.

ano: 1914 | tema: Vida Política
palavras-chave: Tomás Cabreira Bernardino Machado Central Hidroeléctrica Supremo Tribunal Administrativo 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt