voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Outubro de 1914Cisão na maçonaria

039200


A Loja "Pátria e Liberdade", n.º 332, de Lisboa (Rito Escocês Antigo e Aceite), desliga-se da obediência do Grande Oriente Lusitano Unido. Com o apoio e o reconhecimento de grande número de potências maçónicas estrangeiras, a dissidência, que envolvia parte do Supremo Conselho do Grau 33, cria o seu próprio Grémio Luso-Escocês, que veio a ter sede na Rua de S. Pedro de Alcântara, em Lisboa, escolhendo para Soberano Grande Comendador o antigo Grão-Mestre, general Luís Augusto Ferreira de Castro. Este novo Grémio maçónico atrai várias dezenas de lojas e triângulos, centralizando as tendências politicamente mais conservadoras da maçonaria portuguesa, que, aliás, apoiaria Sidónio Pais. Fora naquela Loja que, a 17 de Maio de 1912, fora iniciado José Mendes Ribeiro Norton de Matos, com o nome simbólico de Danton, só reentrando no Grande Oriente Lusitano Unido (Loja "Acácia", de Lisboa) a 12 de Maio de 1916.

ano: 1914 | tema: Vida Política
palavras-chave: Maçonaria 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt