voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Sábado, 19 de Maio de 1917Revolução da Batata

039477


Nos dias 19 a 21, em Lisboa, e posteriormente nos seus arredores, no Porto e um pouco por toda a província, repetem-se os assaltos a dezenas de estabelecimentos e assiste-se a conflitos entre assaltantes e a guarda republicana e polícia. Nestes violentos confrontos perderam a vida alguns agentes da autoridade mas sobretudo populares (22), havendo um elevado número de feridos. Estes levantamentos ficaram conhecidos como a "revolução da batata". O Governo decretou o estado de sítio e suspendeu as garantias, considerando que o movimento queria causar "desordem" e "anarquia". A cidade de Lisboa passou a ser patrulhada por forças de infantaria e cavalaria. No Porto, os confrontos com a força pública foram igualmente violentos, verificando-se também numerosos mortos e feridos. Apesar de Afonso Costa considerar que o movimento fora planeado, tratar-se-ia de uma explosão social motivada pelo agudizar das condições de vida.

ano: 1917 | tema: Movimento Operário e Social
palavras-chave: Revolução da Batata Lisboa Porto Assalto Subsistências 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt