voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Quarta-feira, 20 de Novembro de 1918Manifestação ordeira

039684


Os sidonistas organizam uma manifestação do "campo da ordem" como resposta à greve geral promovida pela União Operária Nacional. A manifestação, marcada para o dia 20, foi anunciada por dois manifestos ("Ao povo de Lisboa" e "Portugueses!") que as juntas de freguesia e outras associações situacionistas distribuíam e afixavam, convidando o "povo ordeiro" a saudar as forças de terra e de mar, vitoriando o seu comandante, Sidónio Pais. Também um grupo de cidadãos, firmados como os "defensores da Ordem, do Trabalho e Progresso nacional", afixam um comunicado onde explicam que várias juntas de freguesia e associações se dirigiram ao Governador Civil de Lisboa para que lhes fosse concedida licença para fazer uma manifestação ordeira de protesto. Afirmando o seu desejo de associação com o exército e a armada, explicam que o Presidente da República determinou, então, a realização de uma parada militar. O início foi marcado para o Largo da Anunciada, às duas da tarde, onde se faria a formatura dos diferentes corpos militares e policiais. Sidónio Pais assume um papel central nesta manifestação.

ano: 1918 | tema: Vida Política
palavras-chave: UON Greve Geral Sidónio Pais 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt