HOMENAGEM: 120º Aniversário do Nascimento do Prof. João Soares
   

17 de Novembro de 1998

 

João Lopes Soares (1878-1970)

Professor e político, nasceu em Arrabal, concelho de Leiria, a 17 de Novembro de 1878, falecendo em Lisboa a 31 de Julho de 1970.

Fez os seus primeiros estudos no Liceu de Leiria, seguindo depois para Coimbra, onde concluíu o Curso teológico, em 1900. Ordenado presbítero, fez concurso para capelão militar, sendo colocado em 1902 no Regimento de Artilharia nº 2, em Alcobaça, com a patente de Alferes. Em 1905, foi transferido para Infantaria 16, em Lisboa, onde começou a sua acção política de propaganda republicana. Preso em 1908, foi transferido para Vila Viçosa.

Proclamado o novo regime, foi de novo colocado em Infantaria 16 e nomeado professor do Instituto dos Pupilos do Exército. Em 1912, era Administrador do concelho da Guarda, desempenhando seguidamente o lugar de Governador Civil da mesma cidade, tendo transitado para Braga no ano seguinte. Regressado a Lisboa em 1914, foi nomeado Vogal do Conselho Superior de Finanças, onde esteve até ser demitido pelo golpe militar de 1926. Em 1915, foi nomeado Governador Civil de Santarém. Deputado pelos círculos de Guimarães e de Leiria, sobraçou a pasta das Colónias no governo de Domingos Pereira.

Tendo recebido as Ordens eclesiásticas contrariadamente, pôs em Roma uma acção canónica pedindo a sua anulação, o que lhe foi concedido por sentença confirmada pelo Papa em 1927.

No decurso da sua vida política, tomou parte em diversas movimentações oposicionistas, logo após o 28 de Maio de 1926, tendo estado preso e exilado nos Açores e Espanha. Anos depois, integrando o Movimento de 10 de Abril, com o Almirante Cabeçadas e outros, foi de novo preso, já com setenta anos de idade, e julgado (1949) no Tribunal Militar de Santa Clara.

Professor e pedagogo, dedicou-se, desde a década de 30, à direcção do Colégio Moderno, que fundara em Lisboa, e que superintendeu até quase ao fim da vida.

Foi casado com Elisa Nobre Baptista.

É autor do Novo Atlas Escolar Português, com diversas edições e uma especial para o Brasil, com prefácio de João de Barros. Publicou também diversos livros didácticos, de que se salientam: História Universal, em 3 volumes; Os Povos Orientais e a Grécia; Portugal nossa Terra (de educação cívica), com Elísio de Campos; Quadros de História de Portugal, em colaboração com Chagas Franco, ilustrado por Roque Gameiro e Alberto de Sousa.

 

Programa das comemorações

17 de Novembro de 1998

17.30 - Casa-Museu João Soares
Inauguração da Biblioteca Calouste Gulbenkian/João Soares

Presidente da Fundação Mário Soares
Dr. Mário Soares

Presidente do Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian
Prof. Doutor Ferrer Correia

18.30 - Casa-Museu João Soares
Inauguração da Exposição "Anne Frank - uma história para hoje"

Alto Comissário para a Imigração e Minorias Étnicas
Dr. José Leitão

Director da Anne Frank House
Dr. Westra

Representante da D.G. V da Comissão Europeia
Mme. Annette Boscher

21.30 - Arquivo Distrital de Leiria
Conferência pelo Dr. Joshua Ruah

   


© FUNDAÇÃO MÁRIO SOARES