voltar ao início
Iniciativas

001224

Grande-Colar da Ordem de Timor-Leste

28-10-2016

Mário Soares condecorado pelo Presidente da República Democrática de Timor-Leste, Taur Matan Ruak, com o Grande-Colar da Ordem de Timor-Leste em Lisboa, 28 de outubro de 2016, que foi entregue a seu filho, João Soares.

O Dr. Mário Soares é um exemplo de uma longa vida política. Combateu ativamente o fascismo e foi um defensor dos Povos colonizados à autodeterminação. Com a Revolução dos Cravos teve, por mérito próprio, a oportunidade de desempenhar vários cargos na política portuguesa.

Após ter desempenhado várias vezes o cargo de Primeiro-Ministro, o Dr. Mário Soares candidatou-se à Presidência da República. Ganhando as eleições e na condição de Chefe de Estado, ao longo de uma década o Presidente Mário Soares pronunciou-se vezes sem fim a favor do Direito Inalienável à Autodeterminação do Povo timorense.

De destacar o facto de após o massacre de Santa Cruz, em 1991, o Presidente Mário Soares escreveu a sua Santidade o Papa João Paulo II, e foi a Roma falar de Timor-Leste.

Depois de deixar a Presidência o Dr. Mário Soares foi eleito Eurodeputado, e nesta condição esforçou-se por conseguir que a Causa e os Direitos do Povo Timorense fossem reconhecidos, no Parlamento Europeu.

No âmbito da restauração da independência, Dr. Mário Soares através da sua Fundação elaborou e concretizou um projeto de grande relevância para a preservação da memória da heróica luta do povo de Timor-Leste pela sua Liberdade, no Arquivo e Museu da Resistência Timorense, em Díli.

Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt